Descubra tudo sobre o mundo encantado do chocolate fino

chocolate fino

Compartilhe essa receita com as suas amigas:

Share on facebook
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on print

Os chocolates finos são verdadeiras maravilhas da gastronomia e há um cuidado especial em toda a sua confecção, produção e detalhes que garantem o seu refinamento. Há diversos fatores e aspectos que podem definir um chocolate como “fino”, como seu processo de produção, ingredientes cuidadosamente selecionados e um sabor muito mais marcante e puro. Conhecidos por serem mais sofisticados, os chocolates finos possuem um sabor bem mais concentrado, resultando em um produto extremamente saboroso. O chocolate fino não é só mais uma guloseima, seu sabor é uma experiência e muito mais especial que o tipo comum. Além de ser preparado com todo o cuidado, o que garante o título de um doce muito mais requintado.

O que é chocolate fino?

Os chamados chocolates finos são versões premium do doce que foram criadas e manufaturadas com ingredientes selecionados, como um cacau puro e uma manteiga especial, muito diferente do comum. Além disso, outros cuidados durante todo o processo são tomados para garantir um produto puro.

Chocolates finos se destacam dos tipos comuns pela riqueza do seu sabor, sua concentração e efeito no paladar que é muito mais puro. O excesso de açúcar e outras substâncias usadas na criação do tipo comum são deixados de lado, tudo em troca da pureza e de um produto requintado.

Outras características que destacamos sobre os chocolates ditos finos é o tempo de preparo, muito maior do que os chocolates criados de maneira ordinária. O trabalho aqui também é maior, assim como o valor dos ingredientes que compõem esse doce de última linha.

O que vai no chocolate fino?

Na composição dos chocolates finos se destaca as sementes do cacau, que é a fruta que dá origem ao doce. No entanto, aqui o cacau é muito mais selecionado do que em versões comuns. E não é apenas a seleção da fruta que se destaca, mas todo o cuidado tomado com a mesma desde a seleção da espécie, plantação, sua colheita e transporte. Outros ingredientes, além do cacau de qualidade, incluem:

  • Lecitina de soja;
  • Massa de cacau;
  • Manteiga de cacau;
  • Açúcar.

Esses são os ingredientes básicos que devem constar nos chocolates finos, de preferência é importante analisar a origem de todos eles antes de comprar. Como comentamos, boa parte do requinte deste chocolate é trazido pela sua lista de ingredientes, fundamental para garantir a sua qualidade.

Por que o chocolate fino é um universo à parte?

O chocolate fino é muito mais saboroso do que as versões comuns, e seu sabor é bem concentrado, o que surpreende qualquer um que nunca experimentou e que estava acostumado aos tipos genéricos. Sem dúvidas é um universo à parte, rico em sabor e com muito mais qualidade em ingredientes.

É interessante notar que a lista do que leva um chocolate fino é muito menor do que aquelas das versões industrializadas, o que já é um sinal de alerta para quem preza por um produto puro e de muito mais qualidade. De todo modo, é um doce que irá cativar o paladar de qualquer um que experimentar pela primeira vez.

A origem do cacau de qualidade

Todo processo de seleção pelo cacau de qualidade — ingrediente principal dos chocolates finos — começa muito antes, quando os agricultores dão ênfase à plantação de sementes de maior qualidade do que o cacau genérico. No plantio e origem do cacau de qualidade a qualidade passa na frente da produtividade.

Neste caso, é comum que os agricultores coloquem de lado a resistência que a fruta tem a doenças e foquem na seleção e no plantio de sementes premium e puras, o que pode comprometer a safra e gerar uma colheita menos numerosa. Mas o que está em foco aqui é a maior qualidade possível do produto, por isso é tão difícil encontrar cacau próprio para o chocolate fino.

Além disso, outros detalhes são relevantes como a qualidade do solo, o cuidado com as condições climáticas ideais, armazenamento e transporte. Por isso que costumeiramente a linha fina de chocolate acaba por custar mais que o produto ordinário, pois sua matéria-prima é de difícil produção e ela mesma é muito mais cara do que o cacau genérico.

O processo artístico por trás do chocolate fino

Outra característica comum dos chocolates finos é o processo artístico, pois geralmente o chocolatier — artesão que trabalha na produção de chocolate —, preza por deixar a sua marca. É comum encontrar este tipo de chocolate em peças artisticamente elaboradas, como em bombons finos, doces no formato de objetos, bichinhos e produções temáticas.

Este cuidado está no centro do processo de fabricação do chocolate fino e também contribui para a experiência de consumo. As técnicas culinárias e de confeitaria aplicadas na produção de peças de chocolate fino contribuem para trazer diversidade ao paladar e muito mais sabor a todo o produto.

Sem dúvidas, os chocolates finos acabam por produzir uma experiência ao consumidor, e não à toa também é uma peça considerada um presente de alto nível. Seja dado a um familiar, amigo, amante ou qualquer pessoa querida, o chocolate fino é sem dúvidas um dom, um produto que deve ser valorizado e compartilhado.

Como identificar um chocolate fino?

Existe uma série de cuidados e princípios que podem ser adotados como critérios para identificar os chocolates finos. Na verdade, é aconselhável que eles sejam aplicados e verificados bem de perto para que os produtos mais refinados sejam comprados e experimentados. Esses critérios são:

  • Lista de ingredientes: Como já comentamos, o chocolate fino tem uma lista de ingredientes enxuta, mas de muita qualidade. Se possível, identifique melhor a origem de cada um deles;
  • Aroma: Os chocolates finos têm um aroma muito mais marcante do que o produto comum. Ele deve ter um cheiro de chocolate, não pode ter um aroma acre característico dos produtos industrializados. Atenção se o chocolate fino levar baunilha e outros condimentos, pois também somarão ao sabor;
  • Aparência: Um fator comum destes chocolates é sua cor que brilha, são de um marrom escuro ou claro bem brilhoso e que mostra algo da potência do seu sabor;
  • Crocância: Chocolates de alta qualidade são geralmente crocantes, têm uma quebra que faz o característico som de “creck”. Aqui cabe de novo atenção a certas misturas que levam frutas, o que pode também alterar a sua crocância;
  • Temperatura: Chocolate fino de verdade costuma derreter bem rápido, próximo aos 34 graus, uma temperatura muito próxima daquela exalada pelo corpo humano. Esta é uma característica comum de chocolates de qualidade.

Esses são os critérios que devem ser observados nos chocolates considerados finos. Busque por eles e dê atenção a esses pontos na hora de escolher o seu chocolate de qualidade. Sem dúvidas irão te colocar no caminho de um produto delicioso e que mostra algo do verdadeiro sabor do cacau e deste doce tradicional.

Como degustar chocolate fino e o que procurar

Para degustar chocolate fino é recomendável preparar o paladar e evitar antes de consumi-lo alimentos que tenham um sabor forte ou que sejam gordurosos. Eles ficam muito melhores quando seguem refeições mais leves, sendo comuns de serem consumidos em lanches e cafés da tarde.

  • Café;
  • Chá;
  • Pão;
  • Queijo;
  • Doces leves e de igual qualidade;
  • Frutas cítricas;
  • Maçãs.

Esses são os produtos e comidas que harmonizam muito bem com um chocolate fino. Outra ótima dica é na hora da degustação esperar o chocolate derreter na boca, experimentar cada nota do sabor e prestar atenção em sua degustação. Certamente, o seu paladar irá agradecer essa experiência com um produto requintado!

E se você quer de fato um produto fino, lembre-se de escolher a loja Chocolat du Jour, eleita a melhor de São Paulo por 12 vezes. Na loja você encontra chocolates finos de verdade que enriquecem a experiência de qualquer chocólatra ou daqueles que possuem um paladar mais exigente. Se você ama chocolates de qualidade, então vai amar os produtos da Chocolat Du Jour. Veja mais em O que tem pra comer.

Veja essas receitas especiais!

Quiabo Refogado
Caldo de ervilha
Peixe na Airfryer
Receita de Pão de Queijo simples
Salada marroquina

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

RECEITAS NO SEU EMAIL!

Deixe seu nome e e-mail para receber as receitas diretamente no seu e-mail! Já somos mais de 5mil inscritos.