Aprenda a identificar vinhos falsificados ou adulterados

identificar vinhos falsificados

Compartilhe essa receita com as suas amigas:

Share on facebook
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on print

Entender como identificar um vinho falsificado permite que você consiga fazer a compra da bebida sem nenhuma preocupação, pois sabe que é original e passou por um rígido controle de qualidade. Ao ter o máximo de cuidado com o que você compra, é possível apreciar a harmonia que apenas os produtos verdadeiros oferecem. Caso você nunca tenha se preocupado em aprender como saber se o vinho é falso, muito provavelmente já pode ter sido vítima de falsificação da bebida. Com isso, perde dinheiro e consome um produto sem a qualidade desejada. Por isso, venha aprender a identificar vinhos falsos e a degustar essa bebida de qualidade!

Como identificar os vinhos falsificados ou adulterados?

Por mais que o vinho falsificado tenha sido feito com a mesma embalagem e características do produto original, é possível identificar erros ao analisar as informações presentes no conteúdo. Tenha sempre atenção aos detalhes, pois é uma pequena inadequação que ajudará na identificação de um produto falso.

Entendemos que nem sempre é um procedimento simples de ser feito, porém, quando se analisa com um pouco mais de calma, é possível descobrir rapidamente erros e divergências de informações. Caso você sinta dúvidas, é possível ainda fazer perguntas específicas ao comerciante para entender de onde veio o produto, qual a safra e questionar sobre quaisquer alterações na embalagem. Veja nossas dicas:

Observe o rótulo

Você precisa analisar se o rótulo está manchado, rasgado, arranhado ou com possíveis desbotamentos na embalagem. Observe também se ele está no tamanho adequado e compare com produtos próximos da mesma marca para saber se há mudanças visuais ou não.

A posição do rótulo na garrafa também é uma maneira de descobrir se é realmente um vinho falsificado. Portanto, não deixe de verificar se no pescoço da embalagem há etiquetas ou se estão em falta, pois produtos verdadeiros possuem informações como essas para evidenciar a originalidade.

Caso você encontre possíveis manchas de cola na garrafa, é um forte indício de que colaram o rótulo recentemente. Nessa análise, você consegue descobrir se houve modificação também das datas das safras, por isso, sempre verifique se os dados postos no produto estão dentro dos padrões da vinícola responsável pela fabricação.

identificar vinhos falsificados

Analise o tamanho, formato e cor da garrafa

O processo de produção das vinícolas é extremamente detalhado e o acabamento das garrafas é muito característico. Faça uma análise criteriosa para verificar o tamanho, o formato e também a cor a fim de saber se estão iguais ao produto real, tendo atenção também quanto aos possíveis itens decorativos, como os selos e etiquetas.

Confira detalhes na rolha

Em diversos produtos, você encontra na rolha o nome da vinícola responsável pela produção, além do tipo de safra e o design da marca, porém, se você perceber anormalidades quanto a esses detalhes, significa que se trata de uma adulteração.

Analise a cápsula

Durante a pesquisa, verifique se o produtor optou por desenvolver as cápsulas em metal ou cera, pois se torna mais fácil realizar a sua comparação com o produto que você esta prestes a comprar.

Verifique o nível do vinho conforme a data de fabricação

É normal que vinhos antigos tenham uma quantidade de líquido inferior no interior da garrafa e você deve ficar atento caso perceba possíveis anormalidades.

Se um produto “mais velho” estiver tão cheio quanto um novo, é um indicativo de vinho falsificado, que ficou extremamente parecido com a versão original, mas ainda apresenta falhas.

Confira o contra rótulo em português

Tenha atenção quanto ao contra rótulo em nosso idioma, pois este é um dado que precisa ser fornecido obrigatoriamente pelas produtoras. Ao notar que não existe essa informação, saiba que pode se tratar de um vinho falsificado, muito semelhante ao verdadeiro.

Com facilidade, você encontra a informação na parte traseira da garrafa e consegue ler a respeito dos ingredientes utilizados, além de encontrar possíveis sugestões sobre harmonizações, ou seja, se você não encontrar nenhuma especificação tão importante quanto esta, o mais adequado é evitar realizar a compra para não adquirir um vinho falsificado e ruim.

Encontre o registro do MAPA

O registro MAPA é obtido através do Ministério da Agricultura do Brasil e está sempre inserido no contra rótulo, quando se trata de mercadoria importada, pois é apenas com este dado que os produtos podem ser vendidos no país com segurança.

E se você perceber que o dado não existe, o mais indicado é não consumir e fazer o descarte, caso tenha realizado a compra.

Suspeite do preço

O barato pode sair muito caro! Fique atento aos preços, principalmente se o local onde vai comprar a bebida está praticando preços muito abaixo do mercado. Bebidas falsificadas geralmente possuem baixo preço, a fim de ser uma opção mais atrativa nessa questão. Por isso, isso pode ser mais um indício de bebida falsificada.

Como encontrar vinhos originais?

Para isso, separamos mais dicas para você não errar na comprar, veja:

Procure uma loja ou adega de confiança

É fundamental procurar uma loja de confiança para encontrar rótulos verdadeiros e de qualidade. Para isso, verifique a reputação e recomendação de clientes do local, além de observar todo o catálogo que a loja fornece aos seus clientes.

Isso é importante para encontrar os vinhos importados de variadas regiões do mundo, como Chile, Espanha, Argentina, Itália, como também rótulos nacionais, a fim de adquirir opções incríveis e de alto padrão de qualidade que tornam seus momentos inesquecíveis.

Conheça as informações do produto antes de comprá-lo

Procure fazer a leitura de todas as informações a respeito do produto antes de efetuar a sua compra, pois ao fazer isso, você entende se é uma bebida original ou não. Conhecer as características do rótulo, por exemplo, impedirá que você gaste dinheiro com uma garrafa adulterada.

Vinho falsificado impacta na saúde?

Pode fazer mal porque o vinho falsificado não passou pelo mesmo processo de análise e adequação que os produtos verdadeiros passaram. Por isso, pode causar infecções e outros problemas, já que não há garantia de qualidade o produto.

Pode também ter a inserção de substâncias extras que não deveriam fazer parte do produto, como o iodo, álcool etílico e o metanol. Este último composto, quando presente em excesso no vinho, pode causar muitos problemas de saúde, que incluem a cegueira ou, em situações muito graves, a morte.

Saber reconhecer as bebidas é um processo que exige atenção, mas essencial para comprar produtos de qualidade. Entendeu tudo sobre como descobrir se é um vinho falsificado? Então fique de olho em suas próximas compras e compartilhe esse artigo com seus amigos para ajudar eles também! Veja agora mesmo mais artigos no O que tem pra comer.

Veja essas receitas especiais!

Receitas Deliciosas para jogar FIFA
Como fazer Patê de Atum
Quiabo Refogado
Caldo de ervilha
Peixe na Airfryer

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

RECEITAS NO SEU EMAIL!

Deixe seu nome e e-mail para receber as receitas diretamente no seu e-mail! Já somos mais de 5mil inscritos.